segunda-feira, 18 de março de 2019

A CRISE NA VENEZUELA

Atualmente o que mais ouço é as pessoas comentando sobre a crise na Venezuela, dos milhares de venezuelanos passando fome e que é tudo culpa do Ditador Nicolás Maduro!. Estranhamente as pessoas não param para pensar e acreditam em tudo que a imprensa divulga. Em nenhum momento que assistir aos programas de jornalismo, em todas as televisões, ouvir falar do Bloqueio Comercial contra a Venezuela e muito menos que estamos indignados com a quantidade de pessoas passando fome na Venezuela, que dizem ser de dois milhões de pessoas, enquanto aqui no Brasil, sem Bloqueio Comercial, sem atrito de de uma guerra civil, temos mais de cinco milhões de pessoas passando fome. Quem irá levar ajuda a esses brasileiros que estão passando fome?

segunda-feira, 4 de março de 2019

COMO EU DESCOBRI O PLANO DE DOMINAÇÃO EVANGÉLICO – E LARGUEI A IGREJA



EM MEADOS DE 2007, converti-me ao cristianismo, bastante influenciado por uma família de empresários, donos de alguns bazares no 3º Distrito de Duque de Caxias, no Rio, onde moro até hoje, para quem trabalhei no final da adolescência e início da vida adulta, e que depois viriam a se tornar bons amigos. Eu tinha 17 anos e muitas dúvidas existenciais. As clássicas perguntas “por que estamos aqui”?, “para onde vamos?” dominavam os meus pensamentos. Em termos práticos, também não sabia o que fazer profissionalmente.

Depois da entrada na igreja evangélica, a minha mudança de hábitos foi muito rápida. Fui movido por aquele fanatismo típico dos que encontram algo pelo qual são arrebatados. Até quis abandonar tudo para me tornar missionário. Mas minha mãe me dissuadiu da ideia – hoje, penso, ainda bem.

terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

Tribunal dos Estados Unidos processa Bayer por enganar os consumidores

Na ação coletiva, consumidores de Missouri pedem indenização pelo discurso mentiroso da Monsanto incorporado pela multinacional alemã: que o glifosato é inofensivo para humanos e animais de estimação

São Paulo – Ao efetivar a compra da Monsanto em 2018, a alemã Bayer  incorporou mais do que os ativos e portfólio da empresa de origem estadunidense. Herdou os processos judiciais, que em sua maioria reivindicam indenização pelos malefícios à saúde causados pelo glifosato. O agrotóxico criado pela Monsanto passou a ser o mais vendido em todo o mundo depois que a patente expirou e outros laboratórios passaram a produzi-lo.  

terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

Quais os riscos de tratar meninas como princesas e meninos como príncipes?

Para pesquisadoras em educação e gênero, declaração da futura ministra Damares Alves, retoma cultura tradicional de gênero que estratifica o papel de meninas e meninos

 
A declaração da pastora Damares Alves, futura ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, surgiu como uma possível resposta aos abusos sexuais a que meninas e mulheres são acometidas no Brasil. Ela colocou que as mulheres têm que ser cuidadas desde a infância e também na escola como forma de combater os casos. [a futura ministra revelou que sofreu abusos de dois pastores durante a infância].

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2019

A incrível máquina de escrever digital VII


Embora a internet já esteja popularizada, ainda tem muita gente achando que é coisa do futuro, mas se observarmos bem, o futuro é agora e o uso da internet está bem generalizado. O grande problema é que as pessoas associaram os computadores de mesa com a internet, quando na realidade pode-se conectar a internet de vários aparelhos, basta que eles tenham algum microcomputador embutido. Um grande exemplo são as máquinas fotográficas atuais, que depois de tirar a foto pode enviar essas fotos automaticamente para uma conta na internet ou mesmo serem publicadas instantaneamente.

Uma coisa comum nas repartições públicas e até mesmo em algumas repartições de empresas particulares e se ver funcionários carregando várias pastas cheias de papéis e segundo eles são projetos e até mesmo questionários de levantamento estatístico. Talvez pelo fato de não saberem que é possível se fazer levantamento estatísticos usando os tablets ou Smartphone e associados com formulários digitalizados que preenchidos e enviados pela internet são catalogados em um banco de dados (até mesmo em planilhas) e as respostas são somadas automaticamente gerando os gráficos de maneira instantânea.

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2019

O mundo pós-humano que está sendo preparado pelos ultra-ricos

Os ultra-ricos preparam um mundo pós-humano. Uma elite ínfima – porém poderosa ao extremo – crê que o planeta tornou-se inviável e quer isolar-se após o “Evento”


No ano passado, fui convidado a fazer conferência num resort superluxuoso para um público que, imaginei, seria de aproximadamente cem banqueiros de investimento. Era de longe a maior remuneração que jamais me foi oferecida por uma palestra – metade do meu salário anual como professor – tudo para fornecer algumas dicas sobre o tema “o futuro da tecnologia”.

Nunca gostei de falar sobre o futuro. A sessão de perguntas e respostas sempre acaba mais como um jogo de salão, em que me pedem para opinar sobre as últimas tendências da tecnologia como se fossem dicas precisas para potenciais investimentos: blockchain, impressão 3D, CRISPR. As audiências raramente estão interessadas em aprender sobre essas tecnologias ou sobre seus impactos potenciais, além da escolha binária entre investir nelas ou não. Mas o dinheiro chama; por isso, entrei no show.

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2019

Você aí, a pé, está sendo multado!


Ray Bradbury, escritor e roteirista de ficção científica americano, previu em seu conto “Pedestre“, escrito em 1951, que o caminhar seria criminalizado. Na história, isso ocorreria mais precisamente no ano de 2053, ou seja, daqui a 34 anos. Nela, Leonard Mead está caminhando pelas ruas quando é parado por um carro policial que quer entender o que ele está fazendo, e fala com o personagem através de uma voz metálica:

segunda-feira, 28 de janeiro de 2019

EDUCAÇÃO LIBERTADORA OU LIMITADORA !


Desde que entrei na universidade ouço que a educação tem de ser criativa e libertadora. Professores, alunos e pais de alunos devem ser ouvidos para se chegar uma educação para formação do cidadão a partir das opiniões e interesses da sociedade, ou seja, a educação deveria ser analisada e organizada de baixo para cima. Das camadas sociais até chegar aos administradores. Os administradores tendo como representante principal o MEC (Ministério da Educação e Cultura).

sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

A TECNOLOGIA DO PARÁGRAFO

O governo está distribuindo tablets para
professores e alunos
Um dos grandes problemas no Brasil era conseguir alfabetizar a população. Alfabetizar está colocado no sentido da pessoa saber ler e escrever. Nos censos, de 40 ou 50 anos atrás, o número de pessoas que não sabiam ler e escrever era algo de se ver para acreditar. Mas as pessoas que aprendiam a escrever conseguiam elaborar cartas e textos com mais de uma página. Hoje é fácil encontrar as pessoas lendo e escrevendo com facilidades, só que estranhamente as pessoas não conseguem escrever e interpretar um texto longo com mais de uma lauda! O que ocorreu com o passar do tempo?
Para tentar responder a pergunta, do parágrafo anterior, vou fazer uma descrição das tecnologias existentes no período que estudava sendo alfabetizado.

segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

A quem interessa uma intervenção na Venezuela?


Acabo de voltar da Venezuela, onde participei, como presidenta do PT e a convite do governo eleito, das solenidades de posse do presidente Nicolás Maduro. Não me surpreendi com o ataques e reações por parte de quem não compreende princípios como autodeterminação e soberania popular; quem não reconhece que partidos e governos de diferentes países podem dialogar respeitosamente.

quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

AS CRIANÇAS FORA DAS ESCOLAS

Entra governo e sai governo e o discurso é sempre o de toda criança na escola ! Claro que esse discurso está na preocupação da existência do grande número de crianças e adolescentes que não frequentam escola de alguma maneira. Mas a coisa é bem mais grave que se imagina. Mesmo para as crianças que estão na escola é necessário se fazer uma outra pergunta para as que já estão matriculadas: o que essas crianças fazem quando não estão na escola? Essa pergunta se faz necessário devido a influência que o ambiente externo tem sobre a educação total de um cidadão.

A educação de uma criança não é feita somente e durante o tempo que ela se encontra na escola e sim, ele também é educada pela família e de uma maneira ou outra pelo ambiente social em que está inserida. Qual tipo de educação que as crianças e adolescentes estão recebendo em paralelo a educação que está sendo feita na escola? Essa pergunta é muito importante para sabermos o motivo de não se conseguir matricular e manter essas crianças nas escolas.

segunda-feira, 7 de janeiro de 2019

As botijas, os seguros e as igrejas


Desde garoto sempre fiquei impressionado com a facilidade que algumas pessoas ficarem ricos da noite pro dia. E quando falo da noite pro dia não estou brincando. Era comum, de vez em quando, aparecem o feliz cidadão que ficava rico de um dia pra noite e como isso acontecia? Muito simples, o sujeito recebia uma Botija. Ouvi várias vezes as pessoas comentarem: fulano recebeu uma butija!

Os comentários não se limitava em demonstrar que o feliz cidadão foi beneficiado e tinha também o fato da narrativa de deixar bem claro como o mesmo foi notificado de tão sortudo ocorrido!