terça-feira, 4 de janeiro de 2011

O POVO BRASILEIRO E SUA DESCENDÊNCIA

Por Antônio Carlos Vieira


Quando estudava, se dizia que o Brasil foi formado por índios, negros e português. Posteriormente vieram outros imigrantes, como italianos, alemães, japoneses e coreanos. Se falava da contribuição cultural dos três grupos citados e estava vendido a versão de todos os livros que li até hoje.
Só que a gente vai envelhecendo e nota que esta tal Formação do Povo Brasileiro pode ser explicada de outra maneira.
Eu costumo dividir a população brasileira em três grupos:

a) os que já viviam aqui.
b) os que foram trazidos.
c) os que vieram.

Os que já viviam aqui:

Quando o Brasil foi descoberto (ano de 1.500) já existiam em torno de 5 milhões de nativos vivendo nessas terras. O interessante é que os portugueses cometeram um erro ao chamar os nativos de índios (moradores da Índia) e até hoje esse termo é usado erroneamente.
A destruição da cultura (etnocídios) e a matança (genocídios) desses nativos foi tão grande que hoje sobra pouco mias de 200.000 indivíduos e mesmo assim esses que sobraram perderam a noção dos hábitos e costumes dos antepassados. Estão com problemas para ficarem nas poucas terras que lhes foram reservadas.

Os que foram trazidos:

Muitos livros que se utiliza em sala de aula costuma dizer que os negros vieram para o Brasil. A grande maioria (99,99%) foram trazidos como escravos para trabalhar na lavoura de cana-de-açúcar e mineração. Pode parecer a mesma coisa, só que você vir para o Brasil é uma coisa espontânea e ser trazido é vir de maneira forçada.. E pelo que eu sei os negros vieram acorrentados e tratados como animais para viverem nessas terras. Passaram mais de trezentos anos trabalhando de graça (forçados) e foram libertados sem ter direito a uma indenização ou mesmo um pedaço de terra.

Os que vieram :

Este grupo pode ser dividido, em dois grupos, dos que vieram como exploradores e os que vieram para trabalhar como mão-de-obra barata.

Os que vieram como exploradores
Neste grupo se enquadra os Portuguese, Espanhóis e Holandeses. Os Portugueses (grandes fazendeiros ou empresários falidos em Portugal),  que “descobriram” o Brasil, vieram através da distribuição de sesmarias, tentavam se enriquecer facilmente, outros eram os degredados que vieram aqui cumprir pena e ambos tinham pretensão de retornar a Portugal.
Os Espanhóis mandaram no Brasil durante 60 anos e tinham o mesmo perfil do portugueses (exploradores) que tiveram atuação mais forte no Nordeste por ser a centro socioeconômico da época. O Holandeses, dominaram o Nordeste do Brasil durante 26 anos, foram expulsos por tropas constituídas por negros, nativos (índios) e portugueses da região.

Os que vieram incentivados
São os descendentes de desempregados europeus e orientais (mão-de-obra, de segunda categoria, que não conseguia emprego em sua terra natal). Que vieram morar principalmente na região Sudeste e Sul do Brasil. Entre eles podemos citar os descendentes de italianos, alemães, poloneses, japoneses, coreanos,etc.
Para os Estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul vieram os desempregados da Alemanha e Itália que receberam terras e sementes para plantar (nem chegaram e já foram ganhando alguma coisa sem trabalhar sequer um único dia). Posteriormente, com a libertação dos escravos, os desempregados vindo da Europa passaram a imigrar para o Estado de São Paulo.
Até hoje, os que povoaram as Regiões Sul e Sudeste, se consideram imigrantes, vivem em colônias nas terras brasileiras.

OBSERVAÇÃO: atualmente a grande maioria dos desempregados que aparecem em São Paulo são oriundos da Bolívia (bolivianos).

TEXTOS RELACIONADOS:
Comprando a Independência
Brasileiro é tão bonzinho
Soltando os negros e libertando os animais

BIBLIOGRAFIA:
SENE, Eustáquio de. MOREIRA, João Carlos. Geografia Geral e do Brasil – Espaço Geográfico e Globalização – editora Scipione.

http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/imigracao-no-brasil/imigracao-no-brasil.php

14 comentários:

  1. Você esqueceu de colocar que muitos desses descendentes de alemães , poloneses e italianos não falam Português em suas conversações diárias.

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem? Gostei da análise!! Bem bacana.. Não tinha pensado nisso antes..Eu sou uma mistura de polonês, ucraniano e baiano kkkk... Abraços, Fabio www.fabiotv.zip.net

    ResponderExcluir
  3. Muito bom para pesquisa de alunos do Ensino Fundamntal. Estávamos mesmo precisando de comentários como o seu. Obrigada!

    ResponderExcluir
  4. Parabéns colega, precisamos sempre desses suportes, ,já que os livros estão nas mesmices de sempre,abs.

    ResponderExcluir
  5. Nem todos índios foram mortos. Muitos se misturaram... Isso se comprova hoje pelo DNA.

    Os que viviam aqui (mais antigos) eram aborígenes e foram exterminados pelos índios. O mesmo se passa com o sul de África. Os aborígenes fora quase exterminados pelos negros, mas lá ainda sobraram alguns.

    Os tupis não estavam no "Brasil". Eles fizeram um trajetória bem grande de emigração à semelhança dos europeus. Os de Porto Seguro quando os portugueses chegaram estavam por volta de um século. Os índios eram seres humanos normais na época. Se guerreavam entre eles. Conquistavam e eram conquistados. Faziam queimadas, tudo igual ao europeu. Eram só mais uns.
    A ideia de sedentários (em pequenas tribos isoladas) em equilíbrio com a natureza é uma fantasia sem fundamento na realidade.

    A maneira mais refinada de discriminar os indígenas é considerá-los diferentes de nós, para o bem e o para o mal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não fazia ideia, essa dos aborígenes faz todo o sentido tendo em conta os desenhos rupestres encontrados nas pedras dos rios e em grutas... agora o DNA é a prova final.

      Grandes exploradores os aborígenes... atravessaram o Pacífico, o Índico e talvez até o Atlântico. Agora na Ilha da Páscoa descobriram que a bonecada tem também corpo... estava enterrado.

      Abraço!

      Excluir
  6. Espero que sua analise sobre o povo brasileiro seja apenas "estudo" e não xenofobia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O máximo que você pode me acusar é do "complexo de vira lata" ou complexo de inferioridade. Sou brasileiro (mais especificamente nordestino) descendente de português.

      Excluir
  7. Chegaram bem antes também os árabes, que vieram após o término da invasão moura e dos quais "herdamos" muito do que hoje ainda usamos em nossa cultura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Perdão... a invasão moura em Portugal terminou em 1243, em Espanha em 1492 com a conquista de Granada.

      Metade dos moiros eram moçarabes, ibéricos cristãos que adoptaram a cultura islâmica, mas não a religião (eram ortodoxos de rito bizantino). Eram vistos pelos conquistadores católicos também como moiros).

      Outra metade eram ibéricos ex-cristãos convertidos ao islão e conquistadores árabes, africanos e berbéres. Depois da reconquista deste segundo grupo surgiram os mudejares... islâmicos convertidos ao cristianismo.

      De 1243 até 1500 os que ainda eram islâmicos ou se convertiam ou iam à vela até Marrocos... Deixaram uma enorme marca na cultura portuguesa, mas não a religião.

      Digo que os judeus como povo sim, tiveram e têm um papel importante no Brasil. O Acolhimento dos judeus em Portugal, marcou a expansão e a prosperidade; A sua expulsão de Portugal o declínio. Basta dizer que a fuga destes cérebros (que amavam Portugal) para a Holanda, deu a base à posterior expansão holandesa.

      Não sou judeu, mas vejo que são grandes homens... e têm muito a ver com Ibéros e Berbéres... desde a escrita aracaica a muito mais... e todos estes adoravam Helloim, o Deus Único.

      Excluir
  8. Ah e o português de Portugal é que se tem desviado da raiz comum que herdámos, pois o português do Brasil ainda mantém muitas das palavras e expressões originais.

    ResponderExcluir
  9. Cada um é como é... nascemos onde Deus quis. Somos todos filhos do mesmo pai e irmãos! Abraços!

    ResponderExcluir
  10. Esse "professor" metido a racista anti imigrante, com certeza não é nenhum original dos que viviam aqui, mas sim, é um descendente dos Que Vieram! Os teus bisavôs "professor" vieram de onde???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa é nova Racista anti imigrante rsrsrsrs . Ficou procurando argumentos para tentar me ofender, mas se ler mais sobre a História do nosso Brasil irá notar que nenhum dos argumentos citados no texto são falsos. Sou descendente de português que o sobrenome por parte de pai é VASCONCELOS.

      Excluir