terça-feira, 14 de agosto de 2018

Manicômios judiciários funcionam como prisão e têm 'novo conceito de tortura'

por Giovanna Costanti — publicado 13/08/2018 00h30, última modificação 13/08/2018 18h42

Relatório da Pastoral Carcerária lança luz sobre a condição desumana de portadores de transtornos mentais esquecidos em hospitais de custódia

“Pedi para encontrarem meu pai mas até agora não tive resposta. Se eu te der o
telefone , você liga pra mim?”, foi o que ouviu o grupo em uma das visitas
“Dizem que não tem prisão perpétua no Brasil. Mas sabe onde tem? É aqui”. Esse foi o desabafo ouvido por uma equipe da Pastoral Carcerária em um Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico no interior de São Paulo.

quinta-feira, 9 de agosto de 2018

VAI PRA CUBA II


Basta a pessoa defender alguns interesses como obrigação do Estado e principalmente direitos trabalhistas que logo aparece aquele sujeito que nunca leu nada sobre Cuba, mas se acha um expert no sistema econômico e político de Cuba, e manda você ir pra Cuba. Acredito que essas pessoas pensam ser os únicos brasileiros a ter direito sobre o Brasil e querem se livrar da concorrência!

Até quando o discurso escravista terá espaço em nossa sociedade?

por Miguel Martins* — publicado 07/08/2018 13h28, última modificação 07/08/2018 21h14

Ao associar a "indolência" aos índios e a "malandragem" aos negros, general Mourão repete os absurdos arraigados no senso comum

Vice de Bolsonaro, Mourão reproduziu o velho discurso que culpa os escravizados
Ao se tornar vice de Jair Bolsonaro, do PSL, o general da reserva Hamilton Mourão deu mostras de que não será um contraponto ao cabeça de chapa, mas um reforço à sua visão de mundo baseada em um preconceituoso senso comum.

terça-feira, 31 de julho de 2018

Metade dos professores não indica carreira docente aos mais jovens

Professores acreditam ser fundamental investir em formação continuada e envolvê-los no processo de elaboração de políticas educacionais


Pelo menos metade dos professores brasileiros não recomenda a carreira docente aos mais jovens por considerá-la desvalorizada. Esse é um dos principais resultados da pesquisa “Profissão Docente”, iniciativa do Todos pela Educação e do Itaú Social, realizada pelo Ibope Inteligência, que buscou ouvir docentes sobre formação, trabalho e carreira.

segunda-feira, 30 de julho de 2018

BNCC significa demissão em massa de professores e educação para a desigualdade

“A BNCC promove um verdadeiro apartheid socioeducacional” 
(Foto: Guilherme Santos/Sul21) 
Por Helenir Aguiar Schürer (*)

No último dia 23, em pleno recesso escolar, o Ministério da Educação lançou uma convocatória para o “Dia D” da Base Nacional Comum Curricular do Ensino Médio (BNCC). O plano, entre o absurdo e o impraticável, é realizar uma consulta sobre o documento em 28 mil escolas do Brasil no dia 2 de agosto; uma semana depois do anúncio.

quinta-feira, 26 de julho de 2018

Por uma Rede da Legalidade Virtual


Por Joaquim Ernesto Palhares, no site Carta Maior:

Em poucos dias, estaremos em uma das eleições mais surrealistas da nossa história, com o principal candidato do povo atrás das grades, vítima de um golpe e de escancarada perseguição política; e com dois candidatos da direita que farão de tudo – apoiados pelo aparato midiático – para derrotar as candidaturas de esquerda.

Isolado pela Justiça e oculto pela imprensa, Lula irá esgotar todas as possibilidades de ser candidato em outubro próximo. A estratégia coincide com o desejo da maioria da população como mostram as pesquisas. Alguns ainda esperam que a Corte Suprema possa, em última instância, autorizar a participação de Lula nas eleições, mesmo que ele tenha, posteriormente, que se defrontar com o exame, no Plenário, da impugnação que seguramente será apresentada. 

quinta-feira, 19 de julho de 2018

Mídia aposta na apatia política

Por Laurindo Lalo Leal Filho, na Revista do Brasil:

Segue animada a luta de partidos e candidatos por alguns segundos a mais no horário eleitoral obrigatório no rádio e na TV, a se iniciar em 31 de agosto. Há candidatos, como é o caso do ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, que apostam tudo nesse tipo de propaganda. É a sua última esperança de melhorar os índices de intenção de voto registrados até aqui por todas as pesquisas.

A expectativa, por certo, é que se repita o fenômeno das últimas eleições municipais realizadas em São Paulo, onde um candidato desconhecido recebeu uma cuidadosa embalagem de marketing e venceu as eleições no primeiro turno graças à TV – e ao desinteresse pela política, já que Doria perdeu para abstenções e brancos e nulos.