quinta-feira, 19 de novembro de 2020

As informações nos livros didáticos VII

Os países da parte de cima


Uma das coisas interessantes que às vezes vejo as pessoas falando (inclusive professores de geografia) é dizer que os países do Hemisfério Norte estão na parte de cima da Terra. Até mesmo em alguns programas de televisão já ouvir essa afirmação.

Quando ainda estudava, o que hoje se chama Ensino Fundamental, era comum se falar Hemisfério de Cima (o Norte) e era encontrado em alguns livros e citados até mesmo em alguns jornais. Mas não existe Hemisfério de Cima e de Baixo !

“A universidade não inclui o preto, periférico e trabalhador”

 por Victória Damasceno — publicado 26/03/2018 00h11, última modificação 23/03/2018 18h09


Wellington Lopes, estudante de Ciências Sociais em universidade pública, teme não concluir o curso após corte em bolsa de permanência

O estudante perdeu sua bolsa de auxílio à permanência e agora teme não conseguir concluir o curso
“É aquela fita né, pra gente sempre é mais difícil”. É desta forma que Wellington Lopes define a realidade da população negra, pobre e periférica nas universidades públicas do Brasil. Estudante da Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul (UEMS), o jovem de 21 anos saiu de Poá, no extremo leste de São Paulo, rumo a Paranaíba (MS) no início de 2015 para estudar Ciências Sociais.

O curso lhe deu a oportunidade de pensar a respeito de sua realidade, mas no momento de aplicar a inscrição no Sisu para disputar a vaga a escolha foi pragmática. “Eu não tinha ideia do que eu queria, só queria fazer qualquer coisa. Não importa o que eu fizesse, já seria algo gigantesco para a minha vida.”

terça-feira, 27 de outubro de 2020

As informações nos livros didáticos VI

As Entradas e as Bandeiras


Um dos assuntos que estudamos em História do Brasil foram as expedições chamadas de Entradas e Bandeiras. Nos livros didáticos, esses grupos de exploradores (eram conhecidos como sertanistas) são tratados como verdadeiros heróis, principalmente os Bandeirantes, como responsáveis pela expansão e colonização do território brasileiro.

Monumento em homenagem aos bandeirantes !

A participação das Entradas foram mais na colonização do território pertencente ao Brasil e partiam sempre da província baiana, já os chamados bandeirantes são chamados de heróis por expandirem o território além das fronteiras já pertencentes ao Brasil.

sexta-feira, 16 de outubro de 2020

Antonieta de Barros, a parlamentar negra pioneira que criou o Dia do Professor

Uma das três primeiras mulheres eleitas no Brasil, sua bandeira política era o poder revolucionário e libertador da educação para todos



ALINE TORRES
Florianópolis - 15 OCT 2020 - 12:14 BRT

Um menino no interior do Maranhão comemora o 15 de outubro, assim como uma menina gaúcha. O dia do professor é celebrado em todo o Brasil. Sabem esses estudantes quem é a extraordinária heroína brasileira que criou a data? Seus feitos, sua história? Sabem os professores destes estudantes algo sobre ela? Ou será que esta personagem fantástica, mulher e negra, foi invisibilizada?

sábado, 10 de outubro de 2020

As informações nos livros didáticos V

A Nação do Sete Povos


A Nação dos Sete Povos era na realidade a República Guarani, mas não sei por que nos livros didáticos da minha época nunca era informado que era uma república e muito menos que era totalmente habitada pelos nativos Guaranis.

Ainda hoje é fácil encontrar o que restou das igrejas construídas pelos povos guaranis.


Os nativos da América (incluindo os Guaranis) eram tidos pelos povos europeus como seres sem inteligência, claro isso era importantíssimo terem como uma verdade para terem a desculpa de escravizarem esses nativos e isso era feito pelos dois principais colonizadores da época na Região Sul do Brasil (Portugueses e Espanhóis). 

Aula pra quem nunca usou uma planilha

segunda-feira, 5 de outubro de 2020

Como criar um ambiente favorável para despertar e ajudar seu filho a manter o gosto pela escrita

 

Para qualquer lugar que se olhe é possível perceber: vivemos em um mundo letrado. Nomes de lojas, indicações no trânsito, anúncios, destinos de ônibus, embalagens de produtos, na caixa do brinquedo, no videogame, as letras estão por toda a parte, dentro e fora de casa. E por isso, o contato das crianças com a escrita acontece muito antes de isso ser trabalhado formalmente na escola.

sábado, 26 de setembro de 2020

'O empregado tem carro e anda de avião. E eu estudei pra quê?'

 Se você, a exemplo dos professores que debocharam de passageiro "mal-vestido" no aeroporto, já se fez esta pergunta, parabéns: você não aprendeu nada


O condômino é, antes de tudo, um especialista no tempo. Quando se encontra com seus pares, desanda a falar do calor, da seca, da chuva, do ano que passou voando e da semana que parece não ter fim. À primeira vista, é um sujeito civilizado e cordato em sua batalha contra os segundos insuportáveis de uma viagem sem assunto no elevador. Mas tente levantar qualquer questão que não seja a temperatura e você entende o que moveu todas as guerras de todas as sociedades em todos os períodos históricos. Experimente. Reúna dois ou mais condôminos diante de uma mesma questão e faça o teste. Pode ser sobre um vazamento. Uma goteira. Uma reforma inesperada. Uma festa. E sua reunião de condomínio será a prova de que a humanidade não deu certo.