domingo, 7 de novembro de 2010

OS ESPERTALHÕES

Desde o início, das últimas eleições (2010), um fato me chamou a atenção. Lia em jornais e blogs que o Aécio Neves estava apoiando a Dilma Russef a candidata a Presidente (indicada por Lula). Só que comparando as ações do candidato a Senador Aécio Neves (foi eleito) e seu, pupilo, candidato a Governador de Minas Gerais (também eleito), Antônio Anastasia, antes do primeiro turno e depois do segundo turno, eu sempre fiquei com a impressão que os dois deram uma de espertalhões (ainda estou com esta impressão).
No primeiro turno o Aécio Neves pregava o voto “Dilmasia” (mistura de Dilma com Anastasia) e vivia falando loas sobre o presidente Lula e nunca se pronunciava a favor ou contra a candidatura de José Serra. Passado o primeiro turno, como os dois foram leitos, se empenharam em fazer campanhas abertamente contra a então candidata Dilma (eleita no segundo turno), participando dos programas eleitorais e fazendo passeatas junto com o Candidato José Serra (que foi derrotado).
Postei o vídeo abaixo, com uma sequência dos fatos:
video

4 comentários:

  1. Uma vez tucano , sempre tucano e metido a espertalhão!

    Não vê como a mídia já coloca o Aécio como uma opção para a presidência do Senado?

    Vamos ficar com o que Dilma disse: "Vamos governar com os partidos da NOSSA coligação!"

    Onde já se viu tucano misturado com, segundo eles mesmos, petralhas?

    Vai procurar uma troxa de roupa aécinho pirlimpimpim!!!

    ResponderExcluir
  2. Grande Carlos:

    Notou como na entrevista antes do 1º turno ele tava "TRAVADÃO"???

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem? Se fosse o Aécio o candidato, votaria com mais felicidade hehe..ps: dizem que ele pode migrar para o PSB... Abraços, Fabio www.fabiotv.zip.net

    ResponderExcluir
  4. Pra quem entende de psicologia sabe que a fisionomia forçado na entrevista do primeiro turno é bem visível. Quanto a ele ir para o PSB eu acho que já deveria ter feito isso muito tempo atrás. Temos que ter consciência que São Paulo é o Brasil e não o Brasil é São Paulo. O Brasil para todos e não somente para os paulistas.

    ResponderExcluir