segunda-feira, 29 de julho de 2013

“Manifestações”. Acorda Dilma!

Por: Eliseu | No: O Carcará

protestosOs protestos que andam acontecendo no Brasil são mais que justos e estão atrasados alguns séculos. Mas o governo federal parece não ter dado conta, ou não quer ver, que as violências que acontecem em todos eles é uma orquestração dos partidos de oposição, com o PSDB à frente uma vez que sabe que por vias legais perderá mais uma vez a presidência do Brasil.

Com essa omissão do governo federal que já deveria ter intervido com forças de segurança a nível federal, mesmo sem pedido de governadores, no caso de São Paulo, um tucano de “bico (e nariz) afiado”, e dos outros estados com partidos ligados ao tucanato, além do desgaste que é natural a presidenta Dilma vir sofrendo nas mal-intencionadas pesquisas, a população em geral também está “pagando o pato”. E pagando muito caro.

Mais uma vez o velho filme se repete. Com informações do nefasto jornal Folha, um grupo de cerca de 300 manifestantes realizou um ato na noite desta sexta-feira na região central de São Paulo contra o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), e contra os casos de repressão policial ocorridos na capital fluminense durante a visita do papa Francisco.

Ainda de acordo com o jornalão dos Frias, o ato, como sempre, começou de forma pacífica no início da noite no vão livre do Masp. Algumas pessoas, porém, passaram a pichar e depredar 13 agências bancárias, uma estação do metrô e semáforos. No início, policiais que passavam pelo local evitavam reprimir os atos de vandalismo.

Organizadores do ato disseram que os “black blocs”, grupo de anarquistas que prega a depredação do patrimônio publico e privado nos protestos, que em tradução livre quer dizer “bandidos” – pelo menos tradução desse blogueiro - se infiltraram no ato organizado por eles, que era pacifico. “Nosso ato era somente para protestar contra a violência policial no Rio de Janeiro e o sumiço do Amarildo. Não pregamos a violência, mas a partir de um momento, os 'black blocs' começaram a entrar no ato e quebrar tudo”, disse um bandido manifestante que não quis se identificar, mas disse ser um dos organizadores.

Ora, 300 pessoas não representam uma sociedade. Depredação de patrimônio, seja público e/ou privado é crime. E criminoso é bandido. E lugar de bandido é na cadeia ou debaixo de alguns palmos de terra.

Está claro que existe interesses escusos por trás dessa baderna e da não reação da polícia. Infelizmente esse blogueiro não tem mais o vigor necessário para participar in loco das manifestações, que venho cobrando nesse blog a um bom tempo, mas participo informando e apoiando. Mas bandido tem que ser tratado como bandido. E reafirmo: lugar de bandido é na cadeia ou debaixo de alguns palmos de terra. Na época do malfadado DOPS alguns policiais diziam com toda razão que bandido bom é bandido morto.

Vê se acorda presidenta Dilma!

Obs.: Publicação, texto, opinião e responsabilidade exclusiva de Eliseu, editor de “O Carcará

2 comentários:

  1. Olá, tudo bem? Só espero que o PT não invente de ressuscitar o Lula.... Abraços, Fabio www.fabiotv.zip.net

    ResponderExcluir
  2. Fabio,
    Nem tem como o PT ressuscitar o Lula. Ele, o melhor presidente que o Brasil já teve, nunca morreu. Está mais vivo que nunca e pronto para não deixar os tucanos representantes dos "coxinhas" voltarem.

    ResponderExcluir